cm

Amor, vai ver é isso.

Amor, vai ver é isso.

Comments

A VERDADEIRA HISTÓRIA DO URSINHO MISTERIOSO

Por Claudia Wonder

Era uma vez um ursinho que andava sozinho no mundo. Um dia ele saiu a noite para ver a lua cheia e fazer um pedido em segredo ao Deus dos ursinhos, pois ele sabia que em noites de lua cheia todos os pedidos se realizavam. E assim foi, ele pegou sua bolsinha e saiu pela floresta adentro… Qual não foi sua surpresa! Ao chegar no meio da mata, havia uma festa, uma grande Rave com muitos ursinhos, borboletas, coelhinhos e fofos de todos os tipos. O ursinho logo se enturmou e começou a cantar e a dançar muito com todos. Depois ele ficou cansado e sentiu uma enorme vontade de comer doce de padaria, é sim, pois os ursinhos misteriosos adoram comer doce de padaria. E foi quando ele se sentou embaixo de uma árvore de flores azuis, para comer seu doce, que ele ouviu uma voz que pedia; hei me dá um pedaço, me dá um pedaço? O ursinho ficou assustado, quando ele viu quem era, seu coração bateu forte! Era um fofo, um enorme fofo, mas muito fofo mesmo. Dá-me um pedaço do seu doce de padaria? Ele pediu, com grandes olhos moles. O ursinho misterioso que sempre gostou de dividir seus doces lhe deu um enorme pedaço, que o fofo engoliu de uma só vez, quase comeu o ursinho junto. Como reconhecimento da generosidade do ursinho, o fofo tirou do bolso uma enorme estrela brilhante e lhe deu de presente. O ursinho ficou tão contente com o presente que saiu pulando de alegria, e pulou, pulou, pulou, pulou tanto que contagiou todo mundo e o fofo que também começou a pular. E deram as mãos e pularam e cantaram junta a noite toda, eles ficaram muito amigos, amigos para sempre. E hoje o ursinho não é mais solitário, pois ele tem sempre consigo uma linda estrela brilhante para iluminar seu caminho e um amigo fofo, com quem divide seus doces de padaria. E essa é a verdadeira história do ursinho misterioso, que teve o seu pedido realizado mesmo antes de faze-lo. Sorte de ele ter saído naquela noite de lua cheia, Linda noite aquela…

Comments
Será que ela vai continuar uma tradição?

Será que ela vai continuar uma tradição?

Comments

Elis Regina  

Velha Roupa Colorida

Comments
O progresso é um atraso de vida.

2 atrasos.

 (via acreditando)

Comments
Algumas vezes eu fiz muito mal para pessoas que me amaram. Não é paranóia não. É verdade. Sou tão talvez neuroticamente individualista que, quando acontece de alguém parecer aos meus olhos uma ameaça a essa individualidade, fico imediatamente cheio de espinhos - e corto relacionamentos com a maior frieza, às vezes firo, sou agressivo e tal. É preciso acabar com esse medo de ser tocado lá no fundo. Ou é preciso que alguém me toque profundamente para acabar com isso.
Caio F. (via escadacronia) (via vanessaraujo)
Comments
Opúsculo nº 1
Restavam ainda algumas cartas, e, dispostas frente aos olhos, vulgarmente sobrepostas, percebia-me o único possível acerto. Oculto e cruel. Não que o quisesse ser assim, apenas seguia seus métodos, que, inclusive, foram criados e fundamentados por sí. E todo jogo, só é fácil, quando o oponente é ruim. O meu, definitivamente, não era.

Opúsculo nº 1

Restavam ainda algumas cartas, e, dispostas frente aos olhos, vulgarmente sobrepostas, percebia-me o único possível acerto. Oculto e cruel. Não que o quisesse ser assim, apenas seguia seus métodos, que, inclusive, foram criados e fundamentados por sí. E todo jogo, só é fácil, quando o oponente é ruim. O meu, definitivamente, não era.

Comments
alexnobre:

“   “

alexnobre:

“   “

Comments

Heitor Villa-Lobos Bachianas Brasileiras Nº2

Comments
Comments

andfatiola:

Elza Soares - Giringonça 1974

Aos amigos do peito o meu respeito
Aos amigos da onça o meu desprezo
E votos sinceros de longa vida
(Ah Ah Ah)
Pra que eles assistam de pé as minhas vitórias
(As minhas vitórias)
(As minhas vitórias)

Aos amigos do peito eu dou direito de fazer julgamento de mim
Aos amigos da onça eu fico mudo
(Hum Hum Hum Hum)
E reforço atitudes sonsas
Ficando cego surdo sim
(Ficando cego surdo sim)

Aos amigos da onça eu desejo mil natais mil anos novos
Pra que eles vivam muito e sofram mais com meus sucessos pessoais
E que a vida deles vá girando
Girando até virar um troço

Uma verdadeira bagunça!
Uma verdadeira giringonça!

À vida dos meus amigos da onça
(Uma verdadeira girigonça)

Comments

Natasha

Flâneur diz:
- alô, quem é?
- natasha!
- natasha, vc acabou de me ligar a cobrar, oq acontece?
- quem é?
- como assim quem é? vc me ligou vc deve saber pra quem ligou!
- mas eu quero saber seu nome.
- ai pelo amor de deus hein? vc me liga à cobrar e quer saber meu nome?? NÃO ME LIGA MAIS.
Flâneur diz:
ridícula
ai fico puta
Comments

A mais atípica das quintas de verão

Bravo diz:
é que voce é de narrativa, eu sou de poema-prosa rs
Comments
fatimalwany:

(via sabino)

fatimalwany:

(via sabino)

Comments

Elza Soares Pranto Livre

Comments